A casa de Dalva

Trabalhar com arquitetura social, ou de inclusão social como preferimos chamar, tem uma série de desafios. Alguns que já imaginamos antes de atuar na área e outros que só descobrimos quando estamos agindo! A ideia desse post é contar como foi o processo de projeto e construção da casa de Dalva, na comunidade de Entra Apulso, em Recife.

Esta foi a segunda casa popular que reconstruímos em Entra Apulso, de um total de cinco, em parceria com o Instituto Shopping Recife. Esta obra demorou 45 dias entre demolição da casa existente e entrega da nova casa para a família.

Pra começar é importante dizer que esta era a única das 5 casas que se localizava em uma esquina. Ou seja, teríamos duas fachadas para abrir janelas, algo muito raro em comunidades, onde encontramos inúmeras casa geminadas, com pouco espaço para aberturas. Ainda antes de começar o projeto, sempre que visitávamos Dalva percebíamos que suas janelas sempre estavam fechadas, o que nos gerou uma curiosidade sobre o porquê. E foi aí que descobrimos que a família não gostava de janelas, porque considerava uma invasão de privacidade, o que tem muito sentido quando pensamos nas ruas e becos estreitos comuns na comunidade.

Aí começou o desafio do projeto. Embora estivéssemos com uma condição de lote muito favorável para aberturas nas fachadas, não poderíamos abrir janelas, pelo menos não como pensamos inicialmente, porque a família não se sentiria bem em sua própria casa. Além disso, a área disponível para a nova casa era de 22m², onde teríamos de encaixar um programa básico de casa popular com sala, quarto, banheiro e cozinha.

Assim, resolvemos a planta com a criação de uma espécie de loft, onde todos os ambientes tem comunicação visual, com exceção do banheiro, como pode ser visto na planta baixa a seguir. No mesmo ambiente colocamos a cama de casal com o sofá-cama, para o filho dela, uma pequena bancada de refeições em granito, um grande balcão de granito na cozinha e um espaço para armário na área próxima ao banheiro.

arquitetura-social-casa-popular-recife-antes-depois-plantaPara resolver a questão da ventilação e iluminação natural, a principal maneira de levar saúde a esta família a partir de arquitetura, colocamos um conjunto de cobogós, que recebemos em doação da Casa Cor Pernambuco, sobre a parede que separa a sala do banheiro. Como temos uma coberta inclinada em telha canal, com forro de pvc, temos um pé direito de 3,20m neste ponto, possibilitando ter um conjunto de cobogós com  largura de 3,20m, altura de 0,80m e peitoril de 2,40m, na fachada nascente da casa, possibilitando uma ótima iluminação e ventilação naturais, sem prejudicar a privacidade tão almejada pela família.arquitetura-social-casa-popular-recife-antes-depois-corte

Pra completar a transformação, tivemos a arte de Derlon, artista plástico pernambucano, que retratou a família de Dalva na fachada da casa, com seu traço regional inconfundível, deixando a família muito orgulhosa e criando um atrativo estético muito forte dentro de Entra Apulso.

Hoje Dalva e seu filho moram em uma casa salubre, saudável, com luz natural, conforto térmico, e sentem cotidianamente os benefícios que morar bem traz pro corpo e pra mente. Confere abaixo as fotos de como a casa dela ficou depois da obra. E se tiver ficado com alguma dúvida, não se acanhe, manda nos comentários que responderemos com gosto.

 

 

4 respostas para “A casa de Dalva”

  1. Arquitetura Faz Bem
    Veja a experiência dos kicts do Fernando Assad em seu projeto Vivenda, sem demolição e muito sucesso.
    Onde dona Dalva abrigou-se quando da demolição?.
    Desenvolvi conceito retrofit com técnica sanduiche com núcleo da vedação existente e baixo nível de desconstrução, lembre que Placa de Gesso Acartonado e ACM são técnica sanduiche.
    Como gostaria de ver sua apresentação numa escola de Arquitetura.
    Imagine Oscar e Paulo Mendes?
    Você entregou o valor que a cliente queria e seria reprovada em qualquer Escola.
    Surfou ondas de miséria em praia de excluídos, não é pra qualquer um.
    Solução de problema como ensina a Toyota.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: